Saudades...

por Marcial Salaverry

Não somente de atletas do passado se pode recordar com saudades. Também tivemos dirigentes e técnicos que realmente viviam o dia-a-dia dos clubes e que, naquela época, buscavam eleger-se presidentes por amor ao clube. Infelizmente, nos dias atuais, o que mais procuram parece ser:

    1. Satisfazer o ego, com um cargo importante (esse é o tipo mais inofensivo);
    2. Usar o clube como um trampolim para cargos políticos, pois os torcedores irão dar seu voto para o fulano, porque é o presidente que "deu" um título de campeão ao seu clube do coração. Será que o mérito não teria sido dos atletas que ganharam o campeonato?
    3. O mais nocivo de todos. Aquele que usa o clube para locupletar-se, fazendo negociatas com compra e venda de passes de jogadores, super faturando as aquisições e sub-faturando as vendas. Comprando jogadores de duvidosas qualificações, somente pensando na polpuda comissão que irá para sua conta, em detrimento do patrimônio do clube, que terá de engolir jogadores sem a menor condição técnica. O interessante é que a maioria desses casos, acabam se tornando conhecidos. Por que nunca são adequadamente punidos?

Vejam bem, o acima exposto não se aplica somente a diretores e presidentes. Existem muitos técnicos que usam o mesmo expediente, pedindo e exigindo a contratação de determinados jogadores, dependendo do quanto vão receber de comissão. Daí a enorme quantidade de "jogadores" que estão encostados nos clubes que, obviamente, não conseguem repassá-los, já que são autênticos "bagulhos". Por que tais fatos nunca são devidamente apurados? Por que tais técnicos, apesar de conhecidos continuam perambulando de clube em clube, sempre fazendo das suas? Possivelmente não "comem" sozinhos as comissões, dividindo-as com dirigentes tão ou mais inescrupulosos.

Daí, quantas saudades de Cícero Pompeu de Toledo, de Vicente Matheus, de Cambon, de Oswaldo Teixeira Duarte, de Joreca, de Vicente Feola, de Lula, que dirigiram e treinaram visando o sucesso e o futuro de seus clubes.

Então, tenho ou não motivos para ser SAUDOSISTA, com muito prazer?

Até a próxima.

line1.gif (910 bytes)