Copa João Havelange

por Marcial Salaverry

Consumou-se a maior sacanagem que jamais foi feita contra o esporte, de modo geral. A imoralidade desse torneiozinho, supera de muito as mazelas da Confederação Brasileira de Judô, se é que isso chega a ser possível. Inacreditável !!! Então, clubes já rebaixados como Fluminense, Bahia e América Mineiro voltam pela porta dos fundos. Botafogo, que deveria ter até vergonha de pleitear um lugarzinho ao sol, continua. O Gama, coitado, teve de fazer até greve de fome (só faltou sequestrar pescadores), para conseguir um lugar que era seu de direito, conseguido no campo, que é onde deveriam ser disputados os torneios. Tiveram o desplante de inventar uma porção de módulos coloridos (o nome do torneio deveria ser Torneio Arco-Íris), para enxertarem uma centena de clubes, a maioria dos quais mal consegue sobreviver.  Descobriram (possivelmente em livros de bruxaria) uma fórmula de disputa que possibilitará que a final do torneio possa ser entre o Ilha Solteira e o Mamoré, num dos maiores clássicos do futebol brasileiro, que serão dois dos nossos representantes na Copa Libertadores. Maravilha !!! Amigos, quando será que a política vai permitir que o esporte seja disputado só no campo ? Quando será que esses dirigentes de fancaria (Euricão, por exemplo), serão afastados do esporte? Já que a sigla da moda é CPI, instauremos uma CPI do esporte, visando apurar tais mazelas. Qual será o tamanho da pizza? Será que todos poderemos comer um pedacinho ou será somente para o Clube dos 13, que já são 110? Agora, o que poderá ser feito é um grande boicote da torcida, que deverá ficar em casa durante os joguinhos desse torneiozinho. Assistir a um bom filme é melhor do que assistir aos joguinhos.

Enfim, POBRE ESPORTE BRASILEIRO.

line1.gif (910 bytes)