CPI e Futebol

por Marcial Salaverry

Sem dúvida alguma, são assuntos correlatos, pois a maneira como a Seleção Brasileira vem sendo usada para servir de vitrine a negociações envolvendo nossos jogadores, é qualquer coisa que salta aos olhos até de um cego. Por diversas vezes são convocados jogadores que não tem a mínima condição de sequer figurar na lista de convocados e ei-los guindados à condição de titulares. Logo em seguida, são negociados com o Exterior, por somas vultosas (embora os reais valores nunca apareçam). É fácil chegar-se à conclusão de que as convocações são manobradas pelos empresários interessados na rápida valorização deste ou daquele jogador. Li, no LANCE de 6/10, um artigo assinado por José Roberto Wright, sob o título: "Será que a CPI é para valer?". Realmente, fica a dúvida. Será que todos os envolvidos serão investigados e convenientemente punidos? O passado nos permite duvidar disso, pois sempre que existe envolvimento das chamadas "altas personalidades", as falcatruas são sempre esquecidas. Temos que gravar bem os nomes do senador Alvaro Dias, que solicitou a CPI, e do senador Antonio Carlos Magalhães, que deu o sinal verde, para que, pelo menos essa CPI, não acabe na tradicional pizza...

line1.gif (910 bytes)