Paraolimpíadas

por Marcial Salaverry

Está começando agora a competição esportiva que é a melhor lição de vida que todos nós podemos receber. É algo muito comovente ver a alegria e a disposição com que esses atletas se atiram às competições. São atletas na verdadeira acepção da palavra. Quantas pessoas encontramos em nossa vida que estão sempre se queixando de dificuldades... E são fisicamente perfeitas. Seu problema está na cabeça. Vemos "atletas" como Edmundo e Romário brigando por vaidades fúteis... Vemos os Luxemburgos da vida procurando sobrepor suas vaidades acima de tudo... Vemos os Euricões e Farahs, distilando vaidades por todos os cantos, sempre querendo mostrar-se superior aos outros, tentando levar vantagem em tudo... Como consolo, temos as Paraolimpíadas. Tenho certeza de que não há nenhum choque de vaidades. Eles só querem competir, e mostrar para o mundo que estão vivos, que merecem toda a consideração e respeito possíveis. No caso, não há que se discutir quem ganhou ou deixou de ganhar uma medalha de ouro. Todos que lá estão merecem ganhar o prêmio máximo, que é o respeito e a admiração mundial. Para o idealizador dessa competição épica, tiro o chapéu e faço uma reverência. Só vejo um pequeno senão. A Paraolimpíada deveria ser disputada ANTES da Olimpíada. Assim, quem sabe, serviria de lição para a vaidade exagerada de muitos atletas que se julgam deuses e alguns, mais modestos, que se julgam "apenas" semi-deuses... Assisti ao treino da Seleção Brasileira... Nossos rapazes, cuja maioria joga de muletas, pois só têm 1 perna, mostraram uma disposição que certamente causaria inveja àqueles "heróis" que perambularam por Sidney. Acho, apenas, que nossa imprensa deveria dar uma divulgação muito maior a esse evento. Para se ter notícias, temos que procurar com lente de aumento. Somente O LANCE, dá um pequeno destaque. Agora, em conjunto, juntemos a mão esquerda com a direita e com um caloroso APLAUSO, vamos cumprimentar os ATLETAS PARAOLÍMPICOS. line1.gif (910 bytes)