CPI... Cartolas Podres Incompetentes

por Marcial Salaverry

O LANCE de ontem, 28/11, publicou um artigo sob o título Koff ataca Kfouri (que KK, não?) a respeito das declarações intempestivas do Presidente do Clube dos 13 (que são 116), Sr. Fábio André Koff, a respeito das denúncias feitas pelo jornalista Juca Kfouri no próprio LANCE e que também foram publicadas na FOLHA, sobre negociatas envolvendo contratações de jogadores. Em sua defesa, Koff não conseguiu apresentar nada que o eximisse de culpa, tendo se limitado a desferir ataques contra os jornalistas (será que ele não sabe que o DIP pertence ao passado?) e, após recusar o convite para uma entrevista ao LANCE, disse que primeiro falará na CPI do Senado (possivelmente solicitará a presença do Euricão lá...).
Agora resposta adequada foi dada por Juca Kfouri em sua coluna de hoje (29/11) no LANCE, ou seja, uma jóia de poema de autoria de Paulo Mendes Campos, representando o pensamento de um jogador, dirigindo-se aos cartolas... uma verdadeira obra prima da literatura e, principalmente, uma grande verdade, pois representa o pensamento de todos aqueles que apreciam o esporte, a respeito da soturna figura do "cartola", autêntico sanguessuga do suor alheio (no caso, suorssuga...). Aliás, complementando sua coluna, nosso querido Juquinha fez inserir um notinha discreta, sobre um telefonema dado por Koff, retratando-se (à moda cartolária) das besteiras ditas, "num momento de surto". Ora, o surto é tido publicamente e o "dessurto", telefonicamente? Tem dó...
Bem, depois desta, se eu já era fã do Juca Kfouri por tudo que esse cronista fez e faz pelo esporte, meu conceito subiu mais alguns 1000... Parabéns Juca Kfouri.
Para aqueles que ainda não leram o poema de Mendes Campos, recomendo que leiam, pois vale a pena. Foi publicado, repito, no LANCE de hoje, 29/11.line1.gif (910 bytes)