Parabéns Palmeiras

por Marcial Salaverry

Como já houvera comentado dias atrás, uma das equipes mais cotadas para faturar a Copa João Aquele, seria o Palmeiras, devido ao aguerrimento e à determinação com que seus jogadores vão à luta.
Realmente, chega a provocar inveja de se ver a dedicação dessa equipe, que até pouco tempo atrás, era chamado de bando. Após tomar uma goleada acachapante da Ponte Preta (5x1), parece que fizeram um pacto de sobrevivência e, enchendo-se de brio, vergonha na cara e moral, buscaram a reabilitação e partida após partida, foram chegando lá. Não existem estrelas, somente um leão indomável chamado Galeano que, após ser quase linchado pela torcida, mostrou de que massa que é feito. Existe também um grande líder, que é o técnico Marco Aurélio. Claro, sem uma figura forte, tal galvanização não seria possível. Caciques da CBF, olhem para este técnico que, com um elenco reduzidíssimo, somente com jogadores desconhecidos e pinçados aqui e ali, conseguiu formar uma união, um animo inquebrantável e está superando uma desgastante maratona, que os jogadores parecem nem sentir. Num exame anti-dopping, descobriram que todos tomaram uma overdose de uma potente droga chamada vergonha na cara e raça. Que tal encomendar-se um pouco dessa droga para uso na seleção brasileira?

line1.gif (910 bytes)