Pô Palmeiras

por Marcial Salaverry

Pelo visto, o Palmeiras não conseguiu aprender nada com o São Caetano. Fica difícil entender como o brioso time do Palmeiras conseguiu perder o título da Mercosul. Realmente, o que aconteceu foi que os jogadores se empolgaram com a facilidade com que meteram 3x0, e voltaram para o 2º tempo "só para administrar o resultado". Então começaram a trocar bola, dar toquinhos bonitinhos de calcanhar, passar a bola no meio das pernas dos vascainos. Amolecendo o jogo e menosprezando o adversário, acordaram as feras adormecidas.
Esqueceram-se os palmeirenses que o Vasco tem um ataque de respeito, jogadores muito técnicos e que sabem como ninguém fazer gols. Como são muito rápidos, tem que ser marcados na antecipação, como o Palmeiras fez no 1º tempo. Tivesse o Palmeiras aprendido a lição dada pelo São Caetano e teria continuado a jogar no ataque, com a mesma determinação do 1º tempo. Mas, julgando a fatura liquidada, só quiseram fazer o tempo correr e chamaram o Vasco para o jogo. Deu no que deu. O mais chato da história, é ter que engolir o ar triunfante do nefando Euricão, arrogando-se todos os méritos da vitória conseguida pelos "baixinhos mortíferos". Enfim, só resta lamentar que os valentes palmeirenses tenham dormido uma sesta de 45 minutos e perdido por isso, o título mais ganho da história do futebol. Passaram de um sonho de 3 gols, para um pesadelo de 4 gols. Realmente, não aprenderam nada com o São Caetano...

line1.gif (910 bytes)