Futebol... de novo

por Marcial Salaverry

Bem... como o futebol andava meio capenga, procuramos dar alguma ênfase a outros esportes que começam a merecer uma divulgação melhor por parte de nossa imprensa escrita e falada, pois são bem mais saudáveis e honestos que nosso pobre futebol. 

Vamos ver o que aconteceu de novo, por partes:

Inicialmente as famosas CPI's, que não avançaram sequer um milímetro. Soltam-se alguns balões de ensaio, descobre-se que realmente A Coisa está mais suja que "pau de galinheiro", mas nada se faz para chegar-se ao âmago da questão. Nada se faz no sentido de puni-lo adequadamente, apesar de suas implicações estarem cada vez mais patentes. Sobre a questão da Nike, então, nada mais se fala.
Estão colhendo depoimentos de alguns jogadores sobre o que teria acontecido com Ronaldinho na Copa do Mundo... ora isso é discorrer sobre o sexo dos anjos. Não vai levar a nada. O que realmente interessa... NADA.
Sobre a outrora poderosa Seleção Brasileira de Futebol. Falar o que? Todos estão vendo a que vexames a desorganização da cúpula (ou seria cópula) esportiva estão levando a tão decantada Seleção Canarinho (está mais para urubu). Com campeonatos mal organizados, nossos jogadores sequer tem tempo para se cumprimentar, que dizer então para treinar. Os "craques" que estão jogando na Europa, também disputam torneios desgastantes e chegam para os jogos da Seleção, saturados de futebol e, considerando que defender a Seleção lhes acarreta prejuízos, sem falar na possibilidade de uma contusão.
Então, limitam-se a entrar em campo e assinar o ponto. Das divididas, fogem. Riscos mínimos. Que fazer então? Talvez o melhor seria convocar apenas os jogadores que atuam no Brasil, pois pelo menos entrariam em campo com mais vontade. Pelo menos para mostrar-se para os empresários que poderiam levá-los para a Europa...

Bem...Cansei. Mas ainda vou voltar ao assunto.

Futebol Brasileiro ainda respira. Por aparelhos, mas respira...

line1.gif (910 bytes)