Coisas do futebol

por Marcial Salaverry

O que torna o futebol um esporte apaixonante são essas reviravoltas incríveis que por vezes acontecem. 
Vejam a imponderabilidade das coisas. No Campeonato Carioca, uma das forças é o Americano, desbancando Fluminense, Botafogo, Flamengo. Como explicar essa mudança? Em Minas apareceu um tal de Mamoré que andou assustando os eternos donos Atlético e Cruzeiro. O Paraná também apresentou uma novidade que andou assombrando muita gente, um tal de Malutron. No Rio Grande do Sul, os eternos papões Grêmio e Inter, não estão indo lá muito bem, aparecendo Juventude, Caxias, Santa Maria, assombrando os dois chamados grandes.
Agora o Campeonato Paulista merece um comentário à parte. Houve uma reviravolta total e completa. Até poucas rodadas, o único dentre os grandes que parecia ter alguma chance de chegar às finais, era o São Paulo, já que Palmeiras e Corinthians estavam até ameaçados de rebaixamento e o Santos estava caindo pelas tabelas. 
De repente, mudou tudo. O São Paulo perdeu o rumo e, Corinthians e Santos encontraram e iniciaram uma reação vigorosa, paralelamente à queda do Tricolor. 
Enquanto isso, os pequenos foram subindo. Ponte Preta, Rio Branco, Botafogo, São Caetano, estão chegando lá, com possibilidades de fazerem a final do Campeonato. 
Como explicar isso? Como explicar a estranha queda de rendimento do São Paulo, que em poucas rodadas saiu da liderança para a desclassificação? Como explicar a ascensão de Corinthians e Santos, que saíram do fundo do poço e chegaram lá?
É fácil. O segredo se chama DETERMINAÇÃO. E quem passa determinação aos jogadores? É o comando. Se uma nau não tem um bom comandante, fica à deriva e afunda. Se o Chefe não consegue transmitir vibração e motivação aos seus comandados, eles ficam perdidos.
Foi isso que aconteceu com os jogadores sampaulinos. Não se sabe bem porque, perderam a motivação. Entravam em campo, certos de que já eram ganhadores, de "salto alto". Ora, já está provado que não é isso que ganha jogo. A única coisa que leva uma equipe a vitórias, é a DETERMINAÇÃO. No caso do futebol, então, se os jogadores não se conscientizarem que tem que lutar com mesmo empenho durante os 90 minutos, o que acontece é isso que aconteceu com o São Paulo. Jogadores desfibrados, falta de comando e o "salto alto". É inadmissível que uma equipe dita grande, possa perder seguidamente sofrendo "viradas" históricas nos últimos minutos de jogo e contra equipes "pequenas". A única coisa que explica, repito, é FALTA DE VERGONHA NA CARA desses jogadores que deveriam se envergonhar dos vexames; desse técnico que não sabe comandar o elenco e dessa diretoria omissa que a tudo assiste e nada faz. Possivelmente só estão verificando quantos desses jogadores poderão ser vendidos.

Paralelamente, quero parabenizar aos jogadores de Corinthians e Santos, que, contrariamente ao que ocorreu com o Tricolor, sentiram a necessidade de uma reação condizente com a camisa de tantas tradições que vestem e empreenderam essa reação histórica. Já os jogadores tricolores... sem mais comentários. Deveriam se envergonhar de deixar o clube nessa situação.

line1.gif (910 bytes)