Fascínio do Futebol

por Marcial Salaverry

Atualmente o futebol passa por uma crise de nível mundial. Aqui no Brasil, nem vale a pena comentar, pois os vexames têm sido inesquecíveis, seja no campo esportivo, com exibições pífias tanto de nossa seleção, quanto de nossos clubes. Já faz algum tempo que não se vê FUTEBOL.
Na parte administrativa, é uma das maiores vergonhas. Desfalques, subornos, traições, falcatruas. Já de algum tempo a página policial se ocupa mais do futebol do que a página esportiva.
Na Argentina, os clubes estão em crise, não pagam salários e os jogadores entram em greve. Lá também faz tempo que futebol não existe. Pelo menos a seleção argentina ainda tem vergonha na cara e consegue bons resultados... pelo menos isso.
Nas grandes mecas do futebol (Espanha, Itália, Inglaterra) os escândalos se sucedem em nível nunca imaginado. Falsificação de passaportes, subornos, corrupção.
Ainda existe futebol... mas até quando? Se todos os culpados pelas sacanagens praticadas forem punidos como parece que serão... Quem ficará para jogar?
Agora... Apesar disso tudo, ainda continua sendo o esporte que mais atrai multidões, e domina o cenário mundial (existem algumas exceções, alguns países onde o futebol não o 1º esporte). Por que será?
Acredito que se deva à imponderabilidade de seus resultados. Normalmente em outros esportes coletivos, qualquer que seja esse esporte, a quase totalidade dos resultados obedece a uma certa lógica quando equipes mais fortes enfrentam as mais fracas.
No futebol não... As chamadas "zebras" são muito mais comuns do que se possa imaginar. Quantas finais de campeonato foram ganhas pela equipe mais fraca?
Só como exemplo, temos as finais dos Campeonatos Mundiais de 1950, 1954, 1978, 1990, 1998 e vai por aí afora.
É exatamente por essa imprevisibilidade que o futebol é um esporte fascinante. Existe sempre uma possibilidade de surpresa, que é muito rara no basquete, vôlei, pólo aquático, handebol, hóquei, onde é muito raro que uma equipe de menor potencial derrote a mais forte. Quando começam os campeonatos, já quase que se pode definir quais equipes serão finalistas. Mas no futebol, não.
Durante os 90 minutos de uma partida de futebol acontecem coisas que até Deus duvida.
Já vi muitas partidas em que um time é muito superior ao outro... mas a bola não entra. Os atacantes perdem gols incríveis, bolas que batem na trave, defesas milagrosas. De repente, um contra-ataque mais bem concatenado... e pimba o time mais fraco num único ataque, faz um golzinho e ganha o jogo. E daí?
Então, para que o futebol volte a apaixonar de fato, só falta ele voltar a ser jogado como nos velhos tempos e que consigam acabar com a pouca vergonha dos dirigentes e políticos, punindo adequadamente os responsáveis por este atual estado de coisas.
Mas aí já é querer milagres e isso já é com outro Departamento...

line1.gif (910 bytes)