Ademir da Guia - O Divino

por Marcial Salaverry

Perguntem a qualquer palmeirense da velha guarda, qual o maior jogador que já vestiu a camisa do Palmeiras. Sem dúvida alguma, ele apontará Ademir da Guia.
Pensando nisso, o escritor Kleber Mazziero de Souza, escreveu o livro  DIVINO - A vida e a arte de Ademir da Guia.
O Panathlon Club de Bauru, em cerimônia a ser realizada no SESC daquela cidade, promoverá o lançamento deste livro, neste domingo, dia 3 de junho, ás 10 horas. 
Sem dúvida é algo raro prestar-se uma homenagem como essa a um atleta ainda vivo, mas sem dúvida alguma este craque merece que lhe seja prestada.
Ademir da Guia foi um jogador exemplar. Não corria no campo, desfilava, tamanha era a elegância de suas passadas. Preocupava-se em jogar futebol, não era capaz de dar um pontapé, de fazer uma falta intencional sequer.
Encerrada a carreira, ele aceitou o convite que lhe foi feito pela Coordenadoria de Esportes e Recreação da Secretaria de Esportes e Turismo (91-91), na pessoa de seu Secretário, o Panathleta Valdemar Coraucci Sobrinho para cuidar de um projeto que visava a criação de Escolinhas de Futebol. Trabalho que visava não somente a formação de jogadores de futebol, cuidando também da escolaridade dos meninos, segundo o slogan "Bom de Bola, Bom de Escola", cuidando não apenas da parte técnica, como também da formação intelectual de seus alunos.
Em nome do Panathlon Club, convidamos todos a prestigiar o lançamento deste livro, prestigiando também a figura deste grande atleta, exemplo de jogador de futebol, e exemplo de cidadão.
Atualmente nosso futebol está se ressentindo da falta de outros Ademir da Guia, cuja passagem por nossos campos foi marcada por sua classe incomparável, sua lisura e correção.

line1.gif (910 bytes)