AYRTON SENNA - Saudades

por Marcial Salaverry

Ayrton Senna da Silva, um nome que jamais será esquecido. Sua passagem entre nós foi de uma riqueza nunca vista, pois além de um atleta incomparável, foi uma figura humana de um brilho intenso.
Ficou muito pouco tempo. Sua carreira foi interrompida muito bruscamente. Coisas do destino.

Falar de Ayrton Senna como o maior corredor de Fórmula Um que jamais houve, será chover no molhado, todos sabem. Foi um vitorioso reconhecido por todo o mundo. Conheço, contudo, duas pessoas que talvez não o apreciassem muito. Falo de Alain Prost e Nigel Mansell, lógico que por motivos que todos conhecem, pois se cansaram de levar surras históricas de nosso Senna. Bem, talvez também Nelson Piquet não o apreciasse muito, por causa de seu cotovelo. Afinal, não é fácil perder sua condição de ídolo maior do automobilismo brasileiro.
Todavia, jamais houve um piloto que conseguisse ser admirado e adorado em todos os países do mundo. Talvez Juan Manuel Fangio, mas a época era outra, os adversários também. Mas Ayrton Senna conseguiu ser unanimidade mundial.
Talvez por isso tenha sido chamado para outras missões em pleno apogeu. Não podemos dizer que Ayrton Senna morreu, pois os ídolos nunca morrem. Simplesmente ele partiu para outras competições, para outras vitórias, em um outro plano.
Agora falar do que ele deixou, das obras beneficentes que ele patrocinava sem que ninguém soubesse de nada, é que pode mostrar a real grandeza de sua personalidade.
Depois de sua partida, sabedor de tudo que ele vinha fazendo, é que entendi porque ele tinha sido tão bem aquinhoado por Deus, o porque de seu enorme talento como piloto, o porque de tantas vitórias. Foi um prêmio que nosso Ayrton recebeu por suas qualidades como pessoa.
Desde sua partida, os domingos de manhã ficaram mais tristes. As corridas de Fórmula Um perderam seu brilho. E isso não é opinião somente de nós, brasileiros. É quase um consenso mundial.
Só me resta esperar que ele, onde estiver, fique satisfeito porque suas obras estão sendo continuadas. Suas crianças continuam sendo amparadas. E todos nós continuamos com saudades.

Ayrton Senna da Silva, jamais o esqueceremos.

line1.gif (910 bytes)