Grande Guga

por Marcial Salaverry

O esporte brasileiro encontrou um novo ídolo. Gustavo Kuerten, muito mais conhecido como GUGA, conseguiu fazer o povo brasileiro começar a gostar e entender de um jogo antes só apreciado pelas elites. O tênis. Antes, quando se falava em jogar tênis, sempre se perguntava se seriam jogados pela janela...
Agora qualquer um já é "expert" naquela contagem esquisita usada para os pontos dos games. Ninguém conseguiu ainda explicar o porque dessa contagem esdrúxula "15, 30, 40, 45". Podem não saber o porque, mas sabem que é assim.
Contudo, nosso novo herói brasileiro (digno sucessor de Ayrton Senna), não é destaque somente pelas suas qualidades como atleta. É uma pessoa de qualidades excepcionais também.
Devido ser um esporte eminentemente individual, seus praticantes, em sua quase totalidade são pessoas de péssimo humor, antipáticos e que sempre passam a impressão de que são superiores aos demais e pobres mortais. Principalmente aqueles que atingem as primeiras posições no "ranking" mundial. São autênticas "prima donas". Ninguém pode chegar perto, são inimigos de entrevistas e estão sempre de mau humor (mau humor porque, se ganham autenticas fortunas?).
Agora o nosso Guga, ao contrário, é o próprio "Manézinho da Ilha" . Sempre alegre, descontraído. Nunca é visto em altas badalações e está sempre disposto a uma entrevista, um papo amigo. É verdadeiramente a antítese dos praticantes do tênis.
A exemplo de Senna, faz muita filantropia, mas não faz propaganda de suas obras beneficentes. Caso raro de humildade.
Seu sucesso provocou uma grande explosão de novos tenistas no Brasil. Muitos jovens estão descobrindo ser este um filão de ouro. Contudo, espero que estes jovens tenistas sigam o exemplo de Guga em todos os sentidos.
Gustavo Kuerten, grande GUGA. Orgulho de Florianópolis e do Brasil, aceite os modestos parabéns que lhe são dedicados por este humilde cronista "interneteiro".

line1.gif (910 bytes)